Música Peba N. 2

    Traduzir [pt -> en]
*to read it in english, please go to the post's bottom.

Música Peba Nº 2 é uma consequência da impressão de que a música que é, comumente, considerada como sendo a "boa música brasileira" é, na verdade, uma impossibilidade. Primeiro, porque ser "a boa música" nada mais é que arrogância. E depois, porque ser "a música brasileira" nada mais é que ingenuidade (se é que não é exatamente o oposto, ou seja, arrogância mais uma vez).

A primeira peça da série Música Peba constrói um diálogo entre uma música de Anton Webern (Drei Lieder... Op. 18, n. 1) e Você não vale nada..., do compositor Dorgival Dantas. Ambas as músicas são usadas/citadas/transformadas de diversas modos para dar forma à nova composição. Ao final, a questão geral é: qual das obras deve ser considerada uma música peba? A de Webern, a de Dantas, ou a minha? Peba pra quem? Em que contexto?

Música Peba Nº 2 faz uso de Partiels, do compositor francês Gerard Grisey, e de Águas de Março, de Tom Jobim, para lançar uma questão similar, impondo vários níveis de abordagem irônica sobre essas músicas de referência, às vezes tendo-as como meras fontes de clichê, às vezes as deformando/camuflando/escondendo, em busca de uma expressão mais subjetiva e não-referencialista. 

Tecnicamente, a obra pode ser considerada como uma espécie de ambiente para a coabitação controlada de fragmentos de ambas as citadas peças musicais, em termos da livre utilização e modificação de blocos inteiros e/ou motivos e células, bem como em termos de duas correntes de acordes que se movem gradualmente uma por sobre a outra, durante toda a música.

  Música Peba N. 2 by pauloriosfilho

Música Peba Nº 2 (2011) -- Paulo Rios Filho (1985)
22 de outubro de 2011 -- Concertgebouw, Amsterdã
Nieuw Ensemble -- Arie van Beek (regente)





Música Peba Nº 2 is a consequence of my impression that the music which is often considered as the "good Brazilian music" is, in true, an impossibility. First, because being good is nothing more than arrogance. And second, because being Brazilian is nothing more than naiveness (when it is not the actual opposite, namely, arrogance again).

The first piece of the Música Peba ("Rubbish Music") series builds a dialogue between Anton Webern (Drei lieder... op. 18, n. 1) and a very commercial popular Brazilian song by Dorgival Dantas called Você não vale nada mais eu gosto de você ("You are not worth at all, but I love you"). Both songs are used/quoted/transformed in different ways to give form to the original composition, and at the end the general issue is: which of these pieces is to be considered as trash-music? Webern's, Dantas's or mine? Trash for whom? In what context?

Música Peba Nº 2 makes use of Grisey's Partiels and Tom Jobim's Águas de Março to throw an similar issue, and it imposes various levels of ironic approaches upon these works of reference, sometimes looking at them merely as cliché sources, sometimes deforming/camouflaging/hiding them in search of a more subjective and non-referentialist expression.

In technical means, the work could be considered as an environment for the controlled cohabitation of fragments from the above-cited pieces of music, in terms of the free use and modification of entire blocks and/or motives and cells and also in terms of two distinct chains of chords which move gradually one above the other during almost the entire work.     



Busca

Mais vistos

Bafrik | release con...
13956 acessos
20/03/2011 às 04:17
Bafrik's debut conce...
13248 acessos
22/03/2011 às 22:40
Bafrik through the w...
12619 acessos
26/04/2011 às 12:28
Boas vindas | Welcom...
12280 acessos
19/03/2011 às 16:25
Beto Junior
12054 acessos
18/08/2011 às 21:47
[launch concert] Rep...
11843 acessos
26/04/2011 às 13:22
Recoloquem as 'tags'...
11223 acessos
06/04/2011 às 10:04
Só...
11058 acessos
02/04/2011 às 23:44

Últimas postagens

Fantasia Para Piano
25/09/2012 : 20:34
Baião Pra Quando Eu...
25/09/2012 : 20:27
Estudo para Duas Cai...
25/09/2012 : 20:20
Estudo para Duas Cai...
25/09/2012 : 20:18
Carregando...